Eu Li: Apátrida de Ana Paula Bergamasco

11 de fev de 2011 ·

Olá pessoal! Primeiramente gostaria de pedir desculpas pelo atraso de certas postagens, minha vida pessoal está um pouco doidinha no momento, mas já estou me acostumando com esta nova rotina! rs... Bem, este livro, Apátrida, chegou até mim através da parceria com a autora Ana Paula Bergamasco! O livro é simplesmente maravilhoso, assim como vocês vão perceber no decorrer desta resenha!
Apátrida

  • Autora: Ana Paula Bergamasco 
  • Paginas: 338
  • Editora: Todas as Falas
  • Ano de Lançamento: 2010
  • Minha Avaliação: 
  •  marcado como favorito
Uma pequena vila na Polônia. Uma menina repleta de vida. Um encontro. Vidas Ceifadas. Sonhos Destruídos. Infâncias Roubadas. As recordações da personagem Irena amarram o leitor na História do Século XX. Baseado no estudo dos fatos que marcaram a época, o palco da narrativa é a conturbada Europa pós Primeira Guerra Mundial, culminando com a eclosão da Segunda Grande Guerra e a destruição que ela provocou na vida de milhões de pessoas. A narradora conduz a exposição em primeira pessoa, e remete o leitor a enxergar, através de seus olhos, o cotidiano a que ficou submetida. É um relato humano, sincero e envolvente que revela a passagem da vida infantil feliz da menina, para o tumulto da existência adulta, cheia de contradições.

Eu já li outros livros em cenários da segunda guerra mundial, A menina que roubava livros e O menino do pijama listrado, foram alguns destes que eu simplesmente me apaixonei. Porém acho que nenhum deles mostrou tanto o significado de uma guerra como o livro Apátrida. Este me emocionou completamente, me fez refletir sobre a vida e a maneira como encaramos esta fase negra da história... Sim, pois muitas vezes, nós fingimos que nada daquilo aconteceu, quero dizer, para nós, muitas vezes, aquelas imagens em preto e branco não nos parecem tão reais como deveriam ser.
Em Apátrida, Irena nos apresenta sua história em uma biográfica fictícia, uma ficção na realidade, na história que realmente marcou a vida de muitos outros romances 'não fictícios', nos contando toda sua vida e lembranças, das melhores ás piores, dos mocinhos aos vilões, cenários de felicidade e de pura tristeza...
Aqui eu conheci alguns dos piores cenários da guerra, como a invasão da Alemanha a Polônia, os campos de concentração, solução final contra os judeus, entre outros fatos que marcaram a história do mundo, me fazendo chorar do começo ao fim do livro...
Romances de sua vida, simplesmente foram intensos, e o amor por cada um de seus familiares e amigos a ajudavam a seguir em frente e sobreviver a esta guerra! Sim, pois além de Apátrida, no final e mais surpreendente, ela foi sobrevivente! Sem duvidas morreu na guerra alguns de seus sonhos ou esperanças, amigos e inimigos, amores e mais amores... Acho que essa é a verdadeira intensidade do livro, é o que lhe faz chorar, ver todo este amor incondicional, e a boa vontade de fazer o bem, mesmo que todo o cenário aponte para o mal, para a guerra e destruição...
Neste livro eu aprendi muitas coisas, pude sentir todo o sofrimento dos povos que Irena nos apresentou, tanto os Poloneses como os Judeus e Alemães atingidos por essa guerra. Simplesmente me apaixonei por cada personagem apresentado, até mesmo os menores, e creio que existam alguns que não irei conseguir esquecer. Esta história simplesmente marcou a minha vida, e certas lições que aprendi com este livro, carregarei para sempre.
Não tenho muito a comentar sobre a narração e edição deste livro, simplesmente porque foi tudo muito perfeito. Foi como se tivessem me enviado para aquele cenário e eu simplesmente ficasse ali, assistindo, chorando e muitas vezes sorrindo. Duas vezes eu abandonei este livro por não conseguir conter minhas lagrimas, porém mesmo assim continuei para saber o que me aguardava no futuro deste forte personagem... E por mais incrível que pareça, apesar de tudo que aconteceu, apesar de todos os corpos... Eu encontrei felicidade no final. E aconteceu uma coisa que poucos romances conseguem: o final surpreendeu, me deixando primeiramente triste e depois muito feliz!
Acompanhar toda esta história, toda a vida de Irena para mim foi uma ótima experiência... Sei que ainda estamos no começo do ano e talvez eu mude de ideia, porém, sem duvidas este livro é o melhor livro que já li neste ano, o melhor romance/drama da minha vida, e que para tomar o lugar dele será preciso muito esforço! Estou imensamente orgulhosa por ser um livro brasileiro, e simplesmente digo que Ana Paula Bergamasco não existe! Ela é um gênio, sensível, com uma imaginação incrível e sem dó de matar seus personagens. Devo admitir que se eu fosse escrever o livro não teria conseguido me desapegar da maioria dos personagens e simplesmente mata-los da maneira que ocorria naquela época...
Apátrida é um livro que eu mais que indico, é um livro que eu devo praticamente obriga-los a ler!

Sobre a autora: 
Advogada, professora no Instituto Internacional de Ciências Sociais e escritora. Cursou Direito na Faculdade de Direito da USP. É mestranda em Direito na USP. Recebeu menção honrosa pela USP em Direito Internacional. Casada, é mãe de duas meninas. 


29 comentários:

MARCINHOW disse...
11 de fevereiro de 2011 08:51  

Pois é, você não é a única blogueira que está me "Obrigando" a ler esse livro!

Miss Carbono disse...
11 de fevereiro de 2011 09:31  

Hmm, normalmente passo longe desses livros que me fazem chorar. Falha minha, ainda mais por que adoro o tema da segunda guerra.
Outro coisa legal é que a autora é brasileira né? Vou ver se acho =)

teh mais

http://misscarbono.blogspot.com

Carolina disse...
11 de fevereiro de 2011 09:44  

Ai, Carol, como assim essa sua resenha! HAHA Se a minha vontade de ler esse livro já er aimensa, você só fez piorar a situação com essa resenha HAHA
Vou tentar comprá-lo o mais rpapido possivel, não aguento mais esperar para lê-lo ):

xx

Mayara disse...
11 de fevereiro de 2011 09:49  

Nunca tinha lido uma resenha desse livro, e eu adoro esses temas, apesar de serem tristes. Adorei mesmo, me deu vontade de ler... E a capa é linda, né? :)

Eu disse...
11 de fevereiro de 2011 10:30  

Pois é, tenho vontade de ler esse livro, parece ser lindo, apesar de triste...

Olha só, tem sorteio lá no meu blog do livro A Batalha do Apocalipse. Participa!

Bjus
http://dicasdelivrosefilmes.blogspot.com

João Paulo disse...
11 de fevereiro de 2011 11:31  

parece muito bom, esse é um livro que tem um assunto super sério, mas interessante ao mesmo tempo.

já li 'a menina que roubava livros' e 'o menino do pijama listrado' e adorei ambos!

J.
-The Eater of Books

Bruna disse...
11 de fevereiro de 2011 14:14  

oii Carol!
ameei sua resenha... tenho que ler livros menos YA sabe, acho que vou procurar ele pelas bibliotecas daqui^^

megaa bjoo
;**

Lu disse...
11 de fevereiro de 2011 14:16  

Não sabia que Apátrida se passava na época da Segunda Guerra Mundial, nossa, deve valer a pena ler. Eu AMOOOO história, seilá porque, a matéria de história desperta meu lado nerd KKKK Mas deve ser muito bom mesmo. Ah Carol, vou enviar sua camiseta amanhã! Beijos

Luiza,
Express Coffee

Máh disse...
11 de fevereiro de 2011 14:25  

Todas as resenhas que li desse livro foram positivas! Amo o tema do livro, quero ele logo!!

Bjsss sua resenha ficou ótima!

http://comessaseoutras.blogspot.com/

Sora Seishin disse...
11 de fevereiro de 2011 14:36  

Oi Carol!
Não sabia que esse livro é sobre a guerra, e por isso acho que não vou gostar. Não gosto de ler livros tristes desse jeito.
Beijos

Amanda disse...
11 de fevereiro de 2011 15:50  

Eu quero taaaanto esse livro.
Mas nunca encontro por aqui =/
Ótima resenha :D

Beijos
Amanda
Amanda's World

Mar disse...
11 de fevereiro de 2011 16:14  

oioi florzinha, esse livro é tão bom assim???
Letrasdesonhadoras.blogspot.com

Entre Fatos & Livros disse...
11 de fevereiro de 2011 16:18  

Eu estou doida para ler esse livro. Adoro o tema. Já está na fila e espero logo lê-lo e me emocionar com a história.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Tiffannyk disse...
11 de fevereiro de 2011 16:18  

Primeira resenha que leio do livro, simplesmente quero muito ele pra mim. Adoro tudo relacionado a segunda guerra, e o enredo desse livro é perfeito!

Luiza Bertoncini disse...
11 de fevereiro de 2011 17:28  

Não tenho coragem de ler o livro :S Sou uma pessoa extremamente imrpessionavel! E o pior é ler sabendo que essas coisas horriveis realmente aconteceram, né? :(
Mas acho a capa do livro maravilhosa! *-* A resenha ficou perfeita Carol!
Beijocas!

Camila Lemos disse...
11 de fevereiro de 2011 20:26  

Eu já li ótimas resenhos sobre Apátria, mas NENHUMA tão boa quando a sua!
Ficou simplesmente perfeira
Agora eu TENHO que ler esse livro urgentemente!
Vou até coloca-lo no topo da minha lista de 'tenho que ler agora'
Parabéns pelo ótimo post
Grande Beijo :)

ʆɛtíciɑ iɑucɦ รwiԲt disse...
12 de fevereiro de 2011 04:46  

Que resenha linda Carol *-*
A mais perfeita resenha ever! Sério, você me deixou arrepiada!
Eu amo de paixão histórias antigas e de guerra, porque me fazem refletir sobre a sociedade. E Apátrida com certeza é um desses livros que fazem refletir!
Mais uma vez, PARABÉNS pela resenha perfeita!

Bjoos'
Lee Iauch.

Karine Marinho disse...
12 de fevereiro de 2011 05:55  

Ain, quero muiiito ler esse livro! :D Ganhei ele tô esperando só a Ana Paula enviar *----* Ain, que ansiedade!
Beijos,K.
Girl Spoiled

Niii disse...
12 de fevereiro de 2011 11:56  

Só resenhas boas sobre esse livro
Gosto da temática e essa capa é tudo ne´!?
haha

Bjssss

@My@ disse...
12 de fevereiro de 2011 12:50  

Oi Carol, não perca o Exercite sua mente dia 19/02, pois é o meu aniversário e vou postar uma coisinha especial...



Beijos,
Myrla

Lidiane Andrade disse...
12 de fevereiro de 2011 13:39  

eu estava esperando a sua resenha sobre esse livro.. Parece muito bom e a capa é maravilhosa.Adorei a resenha!

αmαndα ツ disse...
12 de fevereiro de 2011 13:48  

Caroline, indiquei você à um Meme literário que fiz. Se puder, você responde? http://migre.me/3RLfI
Beijo! (:

Clícia Godoy disse...
12 de fevereiro de 2011 15:40  

Oii...

Ah...Já ouvi falar tão bem desse livro! Estou cheia de vontade de ler!

#fato!

Bjo
Clícia Godoy
http://silencioqueeutolendo.blogspot.com/

Nia disse...
12 de fevereiro de 2011 16:08  

Ah *---* Eu li uma resenha sobre o livro no blog da Nat Puga e já tinha ficado com muita vontade de ler...agora então, quero mais ainda! Sou completamente apaixonada por qualquer coisa que envolva segunda guerra mundial! Quero muitooooo!!
beeijo

xx

Robledo Filho disse...
12 de fevereiro de 2011 16:27  

Grande resenha, Carol! Já estou há algum tempo querendo ler esse livro, mas não acho nas livrarias... Talvez não esteja procurando direito, rs. De qualquer forma, as suas palavras só me influenciaram a querer ler mais ainda esse grande título sobre a segunda guerra.

=***
http://livrosletrasemetas.blogspot.com/

Glaucea Vaccari disse...
12 de fevereiro de 2011 19:48  

Esse livro tá na minha meta de leitura do desafio nacional.
Adoro livros sobre guerras e tal. A menina que roubava livros é inclusive um dos meus favoritos.
Sua resenha tá ótima, nunca tinha visto nenhuma falando tão bem desse livro. Quero ler logo *-* hehe
Bjo

Naty disse...
13 de fevereiro de 2011 05:36  

Ah, eu preciso ler esse livro... Parece ser um ótimo livro e gosto bastante de livros que tratam sobre a guerra...

Sem contar que a capa do livro é lindaa! Só isso já me é motivo suficiente para ler... haushauhsu'

Adoreii a resenha!

Beijoos;*

Naty,
Livres & More

Ju Oliveira disse...
13 de fevereiro de 2011 07:08  

Eu sou louca pra ler esse livro. já li várias resenhas positivas dele, antes de começar a ler livros de guerra, quase não me interesso muito.
Mas depois que começo, me apaixono, como foi com "A menina que roubava livros". Eu gosto de ler livros que me fazem chorar. #adoida
Adorei sua resenha, só me fez querer ainda mais ler essa história emocionante.
Bjus chará!
(É que não encontro muitas "Julianes" por ai, só Juliana haha.
:)

ana paula bergamasco disse...
15 de fevereiro de 2011 05:06  

Olá, querida!

Fico muito feliz com a sua resenha e o seu incentivo à leitura!
Agradeço-lhe pelo favorito!

Um abração, Ana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Caroline Juliane Bonifácio, nascida em 28 de junho de 1995 em Mogi das Cruzes-SP, 16 anos, solteira e canceriana.Viciada em YA books, tendo como primeiro livro Harry Potter e a pedra filosofal (aquele livro que mudou a minha vida, entende?)... Mais?

°Twitter °Facebook °Skoob

Contato: carolinejuliane111@hotmail.com

Comente&Participe

Autores Parceiros

Mare Soares Edição Independente Livro: Chantilly Skoob
Kamila Denlescki Editora: Novo Século Livro: Estrela Píer Skoob
Paula Pimenta Editora: Autêntica Livro: Fazendo meu filme Skoob
Markus Thayer Editora: Novo Século Livro: Hathor Skoob
Ana Paula Bergamasco  Editora: Todas as falas Livro: Apátrida Skoob

Ultimas Resenhas

Gossip Girl #1 - As delicias da fofoca| Autora: Cecily Von Ziegesar| 4 estrelas
Gone-Desaparecer| Autora: Lisa McMANN| 4 estrelas
Apátrida| Autora: Ana P. Bergamasco | 5 estrelas
Ocorreu um erro neste gadget

visualizações de página